Primeiros títulos do São Chico Pro serão decididos na manhã do domingo na Prainha

Taina Hinckel (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Tais Almeida (RJ)
(Marcio David / Fecasurf)

José Francisco (PB)
(Marcio David / Fecasurf)

Uriel Sposaro (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Weslley Dantas (SP)
(Marcio David / Fecasurf)

No sábado de ondas desafiadoras e praia cheia, foram definidos os oito e as oito melhores da segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional

09.09.2023  |  1.052 visualizações

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR MAIS FOTOS DO SÁBADO

          Os primeiros títulos do São Chico Pro apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes de São Francisco do Sul serão decididos na manhã deste domingo na Prainha. No sábado de mar desafiador e praia cheia, foram realizadas 22 baterias para definir os oito e as oito melhores da segunda das cinco etapas do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). Na lista estão os atuais campeões estaduais, José Francisco e Tainá Hinckel, que venceu a primeira edição do São Chico Pro no ano passado. O domingo decisivo vai começar as 9h00, com a disputa pelas vagas nas semifinais e o último dia será transmitido ao vivo pelo site Fecasurf.com.br e pelo canal da FECASURF no YouTube.

          A categoria feminina estreou no sábado com duas rodadas de quatro baterias, formando os dois confrontos que serão disputadas as vagas para as semifinais. A bicampeã catarinense e defensora do título do São Chico Pro, Tainá Hinckel, está na primeira bateria com as também catarinenses Isabelle Nalu e Kiany Hyakutake e a saquaremense Taís Almeida. Na segunda, tem a peruana Daniella Rosas que fez os recordes femininos do sábado, a carioca Julia Duarte e apenas duas surfistas que pontuam no ranking estadual da FECASURF, Potira Castaman e Maya Carpinelli.

          Maya era a aniversariante do dia e superou uma campeã brasileira, a cearense Larissa dos Santos, além da igualmente experiente paraibana Diana Cristina, para se classificar junto com Tainá Hinckel. A surfista da Guarda do Embaú demorou para surfar sua primeira onda, mas conseguiu achar duas para mostrar o seu surfe e vencer a bateria. Tainá conquistou os dois títulos da história do Circuito Catarinense Profissional Feminino em 2021 e 2022, só perdendo uma etapa. No ano passado, uma das quatro que ela venceu foi o São Chico Pro na Prainha de São Francisco do Sul.

          “Estou feliz por ter passado essa primeira bateria, porque as condições (do mar) estão mais difíceis do que parece, mas o importante é passar”, disse Tainá Hinckel. “Foi uma bateria meio apertada, complicada, mas estou amarradona que passei. O importante é estar se divertindo, fazendo boas notas e espero continuar soltando meu surfe, escolher as ondas certas e passar bateria por bateria”.

          A grande surpresa do sábado foi a eliminação da vice-campeã catarinense de 2021 e 2022, Laura Raupp, logo em sua estreia no São Chico Pro. No ano passado, ela foi vice-campeã na vitória de Tainá Hinckel na Prainha, com as duas superando a cearense Silvana Lima e a carioca Julia Duarte na final. Laura também foi quem quebrou a invencibilidade da Tainá no Circuito Catarinense, ganhando a etapa de Imbituba. Só que dessa vez, não deu nada certo para ela. Laura Raupp quebrou a prancha durante a bateria e terminou em último no confronto vencido pela saquaremense Taís Almeida.

          “Foi uma bateria difícil, o mar também bem difícil e ainda tomei uma série (de ondas) inteira na cabeça junto com a Laura (Raupp), que arrastou a gente aqui pra beira”, contou Taís Almeida. “A prancha bateu com tudo no meu nariz e pensei até que tinha quebrado o nariz, mas graças a Deus não foi nada. Ainda bem que deu tudo certo no finalzinho da bateria, quando achei uma onda pra passar em primeiro. Eu não comecei o ano muito bem, mas agora está dando certo aqui nestas etapas do Sul. Eu fui bem lá no Dream Tour da Praia Mole, agora aqui já cheguei no último dia e vamos ver se embala esta série de bons resultados”.

          Nessa primeira bateria da segunda fase feminina, que a experiente Taís Almeida venceu, a jovem baiana Potira Castaman, que há muitos anos mora em Florianópolis, ganhou a disputa pela segunda vaga para o dia das finais do São Chico Pro, eliminando Laura Raupp e a paulista Kemily Sampaio. Na segunda, Daniella Rosas fez os recordes femininos na Prainha, nota 8,00 e 14,60 pontos, com Kiany Hyakutake ganhando o segundo lugar da Yasmin Dias no último minuto.

          Na terceira bateria, a catarinense de Garopaba, Maya Carpinelli, estava completando 17 anos de idade no sábado e o seu presente de Netuno também veio no minuto final. Foi quando ela achou uma onda para fazer duas manobras e avançar junto com Tainá Hinckel. E na última do dia, a catarinense Isabelle Nalu conquistou a última vaga para o domingo decisivo do São Chico Pro, eliminando as paulistas Mayara Zampieri e Pamella Mel, na vitória da carioca Julia Duarte.

OS OITO FINALISTAS - Antes da segunda fase feminina fechar o sábado de ondas desafiadoras e muito público na Prainha, os oito finalistas da categoria masculina já tinham sido definidos. A primeira batalha por duas vagas nas semifinais, terá três catarinenses, Luiz Mendes, Uriel Sposaro e Ramiro Rubim, contra o paulista Weslley Dantas. E na segunda bateria, estão o campeão e vice-campeão catarinense do ano passado, José Francisco e Matheus Navarro, respectivamente, contra o pernambucano Luel Felipe e o paranaense Lucas Cainan.

          Os primeiros a se classificarem para o domingo decisivo do São Chico Pro 2023, foram o ubatubense Weslley Dantas e o paraibano José Francisco, o Fininho que há muitos anos mora em Florianópolis. Os dois barraram dois surfistas do Nordeste muito experientes, o alagoano Amando Tenorio e o baiano Bino Lopes. Weslley decidiu o título do primeiro São Chico Pro no ano passado e terminou em quarto lugar na grande final, vencida pelo campeão mundial Adriano de Souza.

          “Desde o começo do campeonato, só tem baterias de alto nível, a molecada também tá quebrando e tá afunilando cada vez mais”, disse Weslley Dantas. “Na fase anterior, eu fui o caddie (apoiador do atleta) do Fininho (José Francisco) e agora competimos juntos. Mas estou bem treinado, bem focado, vindo de bons resultados e fazendo boas baterias aqui, graças a Deus. Eu fiz a final no ano passado aqui, então espero dar show pra galera e o Senhor que escolhe qual resultado vai acontecer”.

NOVO RECORDE - Quem também se destacou no sábado, foi o vice-campeão estadual do ano passado, Matheus Navarro. Ele participou das duas únicas baterias 100% catarinenses do São Chico Pro apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes de São Francisco do Sul. Na primeira, ganhou nota 8,00 na sua melhor onda e estabeleceu um novo recorde de 15,50 pontos no campeonato. Ramiro Rubim passou junto com ele nessa e na outra foi Matheus Navarro quem avançou em segundo, barrando um local de São Francisco do Sul, Leandro da Silva, na bateria vencida por um campeão catarinense, Uriel Sposaro.

          “Estou bem feliz, porque o mar está bem difícil e todas as baterias acabam ficando bem apertadas”, destacou Uriel Sposaro. “Estou feliz por ter avançado nessa bateria, que começou de um jeito que eu não esperava, porque acabei quebrando minha prancha no meio. Mas, ainda bem que foi no começo, deu tempo de trocar de prancha e reiniciar a bateria do zero. Felizmente, deu pra achar umas ondas que foram suficientes pra vencer a bateria. Agora é descansar, que amanhã (domingo) tem mais”.

PROGRAMAÇÃO DO DOMINGO – O domingo vai começar às 9h00, com a batalha pelas vagas para as semifinais do segundo desafio do circuito estadual mais rico do país, com a FECASURF oferecendo uma premiação de 50.000 Reais em cada uma das cinco etapas programadas para este ano. Depois, acontecem as semifinais femininas e masculinas, com as grandes finais devendo iniciar ao meio-dia na Prainha. E na segunda-feira, já começa a terceira etapa da Taça Brasil da CBSurf, que vai até o próximo domingo com baterias sendo disputadas durante toda a semana.

          O São Chico Pro 2023 é apresentado pela Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de São Francisco do Sul, com realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF), em conjunto com a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e Associação de Surf da Prainha (ASP). A terceira etapa da Taça Brasil da CBSurf que começa na segunda-feira, também conta com patrocínio da Surfland e Fu-Wax e os dois eventos têm transmissão ao vivo pelo site Fecasurf.com.br e pelo canal CBSurfPLAY no YouTube.

-----------------------------------------------------------

Assessoria de Imprensa do Circuito FECASURF Pro

JBC Notícias e Assessoria - João Carvalho

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

-----------------------------------------------------------

PROGRAMAÇÃO DO DOMINGO NO SÃO CHICO PRO 2023:

09h00: TERCEIRA FASE FEMININA - 1.a e 2.a=Semifinais:

----------3.a=5.o lugar (3.050 pts) e 4.a=7.o lugar (2.775 pts)

1.a: Tainá Hinckel (SC), Isabelle Nalu (SC), Kiany Hyakutake (SC), Taís Almeida (RJ)

2.a: Potira Castaman (BA), Maya Carpinelli (SC), Julia Duarte (RJ), Daniella Rosas (PER)

09h40: QUINTA FASE MASCULINA - 1.o e 2.o=Semifinais:

----------3.o=5.o lugar (3.050 pts) e 4.o=7.o lugar (2.775 pts)

1.a: Weslley Dantas (SP), Luiz Mendes (SC), Uriel Sposaro (SC), Ramiro Rubim (SC)

2.a: José Francisco (PB), Matheus Navarro (SC), Luel Felipe (PE), Lucas Cainan (PR)

10h20: SEMIFINAIS FEMININAS

11h10: SEMIFINAIS MASCULINAS

12h00: GRANDE FINAL FEMININA

12h30: GRANDE FINAL MASCULINA

13h15: CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO NO PÓDIO

RESULTADOS DO SÁBADO NO SÃO CHICO PRO 2023:

SEGUNDA FASE - entrada das 8 cabeças de chave da FECASURF:

----------3.a=9.o lugar (2.500 pts) e 4.a=13.o lugar (2.250 pts)

1.a: 1-Taís Almeida (RJ), 2-Potira Castaman (BA), 3-Kemily Sampaio (SP), 4-Laura Raupp (SC)

2.a: 1-Daniella Rosas (PER), 2-Kiany Hyakutake (SC), 3-Yasmin Dias (SC), 4-Alma Corgiolu (SC)

3.a: 1-Tainá Hinckel (SC), 2-Maya Carpinelli (SC), 3-Larissa dos Santos (CE), 4-Diana Cristina (PB)

4.a: 1-Julia Duarte (RJ), 2-Isabelle Nalu (SC), 3-Mayara Zampieri (SP), 4-Pamella Mel (SP)

PRIMEIRA FASE - 3.a=17.o lugar (2.000 pts) e 4.a=21.o lugar (1.900 pts):

1.a: 1-Kemily Sampaio (SP) 2-Alma Corgiolu (SC), 3-Vitoria Carneiro (CE), 4-Karol Ribeiro (RJ)

2.a: 1-Daniella Rosas (PER), 2-Tais Almeida (RJ), 3-Isabela de Liz (PR), 4-Kaylane Antunes (SC)

3.a: 1-Larissa dos Santos (CE), 2-Julia Duarte (RJ), 3-Susã Leal (SC), 4-Kyara Antunes (SC)

4.a: 1-Mayara Zampieri (SP), 2-Diana Cristina (PB), 3-Monik Santos (PE), 4-Kauanny de Souza (SC)

QUARTA FASE MASCULINA - 3.o=9.o lugar (2.500 pts) e 4.o=13.o lugar (2.250 pts):

1.a: 1-Weslley Dantas (SP), 2-José Francisco (PB), 3-Amando Tenorio (AL), 4-Bino Lopes (BA)

2.a: 1-Luel Felipe (PE), 2-Luiz Mendes (SC), 3-Gabriel Junior (SC), 4-Thiago Eduardo (CE)

3.a: 1-Uriel Sposaro (SC), 2-Matheus Navarro (SC), 3-Leandro da Silva (SC), 4-Patrick Plachi (SC)

4.a: 1-Lucas Cainan (PR), 2-Ramiro Rubim (SC), 3-Willian Cardoso (SC), 4-Walley Guimarães (SC)

TERCEIRA FASE - entrada dos 16 cabeças de chave da FECASURF:

----------3.o=17.o lugar (2.000 pts) e 4.o=25.o lugar (1.800 pts)

1.a: 1-Weslley Dantas (SP), 2-Gabriel Junior (SC), 3-Yuri Gabryel (SC), 4-Wallace Vasco (SC)

2.a: 1-Luiz Mendes (SC), 2-Amando Tenorio (AL), 3-Wesley Leite (SP), 4-Hedieferson Junior (SC)

3.a: 1-José Francisco (PB), 2-Thiago Eduardo (CE), 3-Fellipe Ximenes (SC), 4-Douglas Silva (PE)

4.a: 1-Luel Felipe (PE), 2-Bino Lopes (BA), 3-Luan Wood (SC), 4-Ruan Guimarães (SC)

5.a: 1-Uriel Sposaro (SC), 2-Lucas Cainan (PR), 3-Josmar Junior (SC), 4-Caetano Vargas (SC)

6.a: 1-Willian Cardoso (SC), 2-Leandro da Silva (SC), 3-André Luiz (SC), 4-Luan Carvalho (SP)

7.a: 1-Matheus Navarro (SC), 2-Ramiro Rubim (SC), 3-Gustavo Ramos (SC), 4-Tayron da Silva (SC)

8.a: 1-Walley Guimarães (SC), 2-Patrick Plachi (SC), 3-Josias Pedrinha (RS), 4-Bruno Lopes (SC)

SEGUNDA FASE - 3.o=33.o lugar (1.600 pts) e 4.o=41.o lugar (1.400 pts):

7.a: 1-Tayron da Silva (SC), 2-Josias Pedrinha (RS), 3-Cristyan Silva (SC), 4-Kauã Hanson (PB)

8.a: 1-Patrick Plachi (SC), 2-Gustavo Ramos (SC), 3-Wiggolly Dantas (SP), 4-Giovani da Silva (RS)

Leia também...

10.09.2023

José Francisco e Julia Duarte vencem os primeiros títulos do São Chico Pro na Prainha

As vitórias do campeão catarinense e da carioca na segunda etapa do Circuito Profissional da FECASURF, foram sobre Uriel Sposaro e a peruana Daniella Rosas

08.09.2023

São Chico Pro começa com 64 surfistas estreando na etapa do Circuito FECASURF Pro

Na sexta-feira foram disputadas 20 baterias para definir os adversários dos 16 cabeças de chave que entram no sábado antes de iniciar a competição feminina na Prainha

07.09.2023

São Chico Pro abre a segunda etapa do Circuito Catarinense nesta sexta-feira na Prainha

104 surfistas de 11 estados e até de outros países, já estão escalados para estrear nas ondas da Prainha e 64 competem nas duas rodadas masculinas do primeiro dia

05.09.2023

Mais de 100 surfistas vão competir na etapa do Circuito Catarinense em São Francisco do Sul

Competidores de mais 10 estados e até de outros países participarão do evento da FECASURF que começa na sexta-feira e a maioria fica para a Taça Brasil da CBSurf

Entre em contato