José Francisco estreia no Floripa Pro batendo recorde de pontos na Praia da Joaquina

Floripa Pro Joaquina
(Marcio David / Fecasurf)

José Francisco (PB)
(Marcio David / Fecasurf)

Luan Wood (SC)
(Marcio David / Fecasurf)

Alex Ribeiro (SP)
(Marcio David / Fecasurf)

Wiggolly Dantas (SP)
(Marcio David / Fecasurf)

O atual campeão catarinense fez o maior somatório da sexta-feira na bateria que abriu a segunda fase da etapa de abertura do Circuito Catarinense Profissional de 2023

02.06.2023  |  915 visualizações

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR MAIS FOTOS DO PRIMEIRO DIA

          O atual campeão catarinense, José Francisco, o Fininho, foi um dos destaques do primeiro dia do Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis, na linda sexta-feira de Sol, calor e boas ondas na Praia da Joaquina. Ele começou a defender o título batendo recorde de pontos, com os 14,90 que totalizou na bateria que abriu a segunda fase da etapa que dá a largada no Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf. Já o paulista Alex Ribeiro, um dos participantes de outros estados, conseguiu a maior nota do primeiro dia, 7,67. As eliminatórias prosseguem neste sábado, a partir das 8h00, ao vivo pelo Fecasurf.com.br.

          “A bateria foi boa, deu bastante ondas, não parou em nenhum momento e eu consegui me divertir bem”, disse José Francisco. “A Joaquina sempre tem boas ondas e sou muito grato por estar aqui, mas tem muita coisa pra rolar ainda. Eu estava no Nordeste nas últimas semanas, consegui fazer boas baterias lá, surfando bem, água quente, só de bermuda. Aí voltei aqui pro Sul, onde eu moro e já estou acostumado com a água fria, mas usar roupa de borrada, dá um peso a mais. Só que estou procurando me divertir mesmo, sem pensar em título e é assim que as coisas acontecem, naturalmente”.

          José Francisco é paraibano, mas há mais de 10 anos mora em Florianópolis e no ano passado conquistou o primeiro título importante da sua carreira, de campeão estadual profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). Na sexta-feira, Fininho usou os aéreos e também manobrou forte nas direitas e esquerdas da Joaquina, para somar notas 7,50 e 7,40 na vitória sobre os catarinenses Gabriel Junior, Tyron da Silva e o paulista Antonio Bortolleto.

          Outros campeões catarinenses também já avançaram para a terceira fase do Floripa Pro Etapa Joaquina na sexta-feira. Os experientes Marco Polo e Raphael Becker, passaram as duas baterias que disputaram. Eles estrearam com vitórias na primeira fase, depois Becker avançou em segundo lugar no confronto vencido pelo argentino Nacho Gundesen, enquanto Marco Polo ganhou mais uma, contra Hedieferson Junior, João Carlos Ely e Caetano Silveira.

          O campeão catarinense de 2019, Luan Wood, assim como o defensor do título, José Francisco, fazia parte da lista dos 32 cabeças de chave do Floripa Pro Etapa Joaquina, que entram direto na segunda fase do evento. Além das 16 baterias da rodada inicial, na sexta-feira também já foram realizadas as 8 primeiras das 16 da segunda fase. Luan Wood estreou com vitória na sexta bateria, sobre João Godoy, Luiz Henrique Fernandes Rosa e Fernando Santiago.

          “O Circuito Catarinense é muito importante para nós, a premiação está mais alta do que no ano passado, então isso nos motiva bastante”, destacou Luan Wood, sobre o aumentou da premiação, de 30.000 para 50.000 Reais por etapa. “A primeira bateria é sempre aquela para tirar o peso das costas e agora é tentar soltar mais o surfe na próxima. Para mim, competir na Joaca é muito bom, pois já tive bons resultados aqui, desde quando era amador. Então, me sinto bem confiante aqui, conheço bastante a onda e espero ir bem nesse campeonato”.

EX TOPS MUNDIAIS - Os outros surfistas que se destacaram com boas apresentações nas ondas da Joaca na sexta-feira, foram os paulistas Alex Ribeiro e Wiggolly Dantas. Ambos já fizeram parte da elite mundial da WSL, não pontuam no ranking estadual, mas vieram prestigiar a abertura do Circuito Catarinense Profissional, em um dos maiores palcos do surfe brasileiro. Os 14,90 pontos que José Francisco totalizou em sua estreia na segunda fase, ultrapassaram os 13,97 que Wiggolly Dantas tinha acabado de fazer na 16.a e última bateria da primeira fase do Floripa Pro Etapa Joaquina.

          “Tem altas ondas, só que não está fácil de achar as boas. Mas, no final consegui fazer um 6 e pouco e um 7, então estou feliz que deu tudo certo”, disse Wiggolly Dantas, que falou sobre o que o motivou vir participar do evento. “Eu fiquei sabendo que o campeonato ia ser aqui na Joaca, então aproveitei para rever os amigos e pegar umas ondas boas, porque aqui sempre tem altas ondas. Eu olhei a previsão e vi que ia estar bom de ondas, então fiz a inscrição e vim correndo competir, porque o nível é bom e vamos com tudo pro próximo rounde”.

          Antes do ubatubense Wiggolly Dantas fazer o maior somatório da primeira fase, Alex Ribeiro tinha conseguido ganhar a maior nota dos juízes na sexta-feira, 7,67. O surfista da Praia Grande esteve no Nordeste participando das duas primeiras etapas da Taça Brasil da Confederação Brasileira de Surf e foi semifinalista da encerrada no domingo em Baía Formosa. Alex saiu do Rio Grande do Norte, passou em casa e já veio para Santa Catarina participar do Floripa Pro.

          “Tem altas ondinhas, uma bancada de inside muito boa e eu consegui pegar bastante ondas, até achar aquela esquerda que valeu 7,67 e me deixou mais tranquilo na bateria”, contou Alex Ribeiro. “Estou amarradão em estar aqui, altos dia, Sol, boas ondas, tudo perfeito. Eu estou fazendo uma pousada lá na Praia do Rosa, que é minha casa também, então como ia ter esse campeonato, resolvi antecipar um pouco a vinda para participar, manter o ritmo de competição e ficar focado, porque logo vão ter outros eventos para competir”.

PRÓXIMAS BATERIAS - O sábado também começa pela competição masculina do Floripa Pro Etapa Joaquina, com a nona das dezesseis baterias da segunda fase iniciando as 8h00, ao vivo da Praia da Joaquina pelo Fecasurf.com.br. Depois da estreia dos últimos 16 cabeças de chave desta etapa de abertura do Circuito Catarinense Profissional, será a vez de dar a largada na categoria feminina, a partir das 11h00. A bicampeã catarinense, Tainá Hinckel, já compete na primeira bateria, contra Alexia Monteiro, Isabelle Nalu e Alma Corgiolu.

          O Floripa Pro Etapa Joaquina é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e Associação de Surf da Joaquina (ASJ), com patrocínio da Prefeitura de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, apoio do Cris Hotel, dos restaurantes Pedra Careca, À Tôa na Jôa, Recanto do Maurílio, do Mercado e Panificadora Corrêa e parceria socioambiental com a Sea Shepperd Brasil, Instituto Anjos do Mar e Ambiens Sustentabilidade Integrada. A competição será transmitida ao vivo pelo Fecasurf.com.br.

-------------------------------------------

Assessoria de Imprensa do Floripa Pro Joaquina

JBC Notícias e Assessoria do Surf - João Carvalho

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

-------------------------------------------

RESULTADOS DA SEXTA-FEIRA NO FLORIPA PRO ETAPA JOAQUINA:

PRIMEIRA FASE MASCULINA - 3.o=65.o lugar e 4.o=81.o lugar:

1.a: 1-Tyron da Silva (SC), 2-José Luis de Mello (SC)

2.a: 1-Ronaldo Alves (SC), 2-Antonio Bortoletto (SP), 3-Arthur Fuschini (SC), 4-Ruan Guimarães (SC)

3.a: 1-Wesley Dantas (SP), 2-Bruno Silva (SC), w.o-Marcio Pereira Bottino (SC)

4.a: 1-Matheus Vidal (SC), 2-Daniel Pedreira (RS), 3-Robson Pinheiro (SC), 4-João H. Savaris (SC)

5.a: 1-Raphael Becker (SC), 2-Fernando Santiago (SC), 3-Luy Arman (RS), 4-André Costa (SC)

6.a: 1-Luiz Henrique Fernandes Rosa (SC), 2-Aminandes Pamplona (PR), 3-Yuri Gabryel (SC), 4-Gabriel Bento Eufrásio (SC)

7.a: 1-Marco Polo (SC), 2-Lucas Cainan (PR), 3-Geovanny Alves (SC)

8.a: 1-Kauã Campos (SP), 2-Caetano Silveira (SC), 3-Giovani da Silva (SC)

9.a: 1-Kainan Meira (PR), 2-Gustavo Borges (RS), 3-André Gonçalves (SC)

10: 1-Gabriel Klaussner (SP), 2-Gustavo Machado (SC), 3-Takeshi Oyama (SC), 4-Lucas de Souza Martins (SC)

11: 1-Lucas Catapam (PR), 2-Gabriel Debatim (SC), 3-Bruno Morais (SC), 4-Caicai Soares (SC)

12: 1-Marlon Klein (SC), 2-Magno Rodrigues (SC), 3-Yuri Campos (SC), 4-Fernando Russo (SC)

13: 1-Yage Araujo (BA), 2-Ryan Campos (SC), 3-Felipe Alves (PB), 4-Marcel de Rose (RS)

14: 1-Esdras Morais (SC), 2-Bruno Saraiva Lopes (SC), 3-Vanderlei Costa (SC), 4-Ricardo Abel (RS)

15: 1-Alex Ribeiro (SP), 2-Ricardo Kjellin (RS), 3-Tyron Gonzales (SC), 4-Bernardo Moretto (SC)

16: 1-Wiggolly Dantas (SP), 2-Jeferson Duarte (SC), 3-Josias Pedrinha (RS), 4-Iuri Silva (SC)

SEGUNDA FASE - entrada dos 32 cabeças de chave - 3.o=33.o lugar e 4.o=49.o lugar:

1.a: 1-José Francisco (PB), 2-Gabriel Junior (SC), 3-Tyron da Silva (SC), 4-Antonio Bortoletto (SP)

2.a: 1-Derek Adriano (SC), 2-Ronaldo Alves (SC), 3-José Muniz (SC), 4-José Luis de Mello (SC)

3.a: 1-Wesley Dantas (SP), 2-Wallace Vasco (SC), 3-Daniel Pedreira (RS), 4-Diego Rosa (SC)

4.a: 1-Murilo Brandt (SC), 2-Fellipe Ximenes (SC), 3-Matheus Vidal (SC), 4-Bruno Silva (SC)

5.a: 1-Nacho Gundesen (ARG), 2-Raphael Becker (SC), 3-Aminandes Pamplona (PR), 4-Marcio Farney (CE)

6.a: 1-Luan Wood (SC), 2-João Godoy (SC), 3-Luiz Henrique Fernandes Rosa (SC), 4-Fernando Santiago (SC)

7.a: 1-Marco Polo (SC), 2-Hedieferson Junior (SC), 3-João Carlos Ely (SC), 4-Caetano Silveira (SC)

8.a: 1-Ronaldo Silveira (SC), 2-Walley Guimarães (SC), 3-Lucas Cainan (PR), 4-Kauã Campos (SP)

PRÓXIMAS BATERIAS DO FLORIPA PRO ETAPA JOAQUINA:

SEGUNDA FASE - entrada dos 32 cabeças de chave - 3.o=33.o lugar e 4.o=49.o lugar:

9.a: Lucas Silveira (RJ), Ricardo Tavares (SC), Kainan Meira (PR), Gustavo Machado (SC)

10: Kaique Timidate (SC), Noah Machado (SC), Gustavo Borges (RS), Gabriel Klaussner (SP)

11: Luiz Mendes (SC), Adriano Lemos (SC), Lucas Catapam (PR), Magno Rodrigues (SC)

12: Caetano Vargas (SC), Guilherme Santos (SC), Gabriel Debatim (SC), Marlon Klein (SC)

13: Luã da Silveira (SC), Leo Casal (SC), Yage Araujo (BA), Bruno Saraiva Lopes (SC)

14: Willian Cardoso (SC), André Luiz (SC), Ryan Campos (SC), Esdras Morais (SC)

15: Ramiro Rubim (SC), Uriel Sposaro (SC), Alex Ribeiro (SP), Jeferson Duarte (SC)

16: Matheus Navarro (SC), Lucas Haag (SC), Ricardo Kjellin (RS), Wiggolly Dantas (SP)

PRIMEIRA FASE FEMININA - 3.a=9.o lugar e 4.a=13.o lugar:

1.a: Tainá Hinckel (SC), Alexia Monteiro (SC), Isabelle Nalu (SC), Alma Corgiolu (SC)

2.a: Potira Castaman (BA), Yasmin Dias (SC), Kauanny de Souza (SC), Isabela Aoto de Liz (SC)

3.a: Juliana Quint (SC), Kiany Hyakutake (SC), Camila Sanday (PER), Ana Carolina Fernandes (SC)

4.a: Laura Raupp (SC), Maya Carpinelli (SC), Pamela Mel (SC), Maria Alebring (SC)

Leia também...

10.09.2023

José Francisco e Julia Duarte vencem os primeiros títulos do São Chico Pro na Prainha

As vitórias do campeão catarinense e da carioca na segunda etapa do Circuito Profissional da FECASURF, foram sobre Uriel Sposaro e a peruana Daniella Rosas

09.09.2023

Primeiros títulos do São Chico Pro serão decididos na manhã do domingo na Prainha

No sábado de ondas desafiadoras e praia cheia, foram definidos os oito e as oito melhores da segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional

08.09.2023

São Chico Pro começa com 64 surfistas estreando na etapa do Circuito FECASURF Pro

Na sexta-feira foram disputadas 20 baterias para definir os adversários dos 16 cabeças de chave que entram no sábado antes de iniciar a competição feminina na Prainha

07.09.2023

São Chico Pro abre a segunda etapa do Circuito Catarinense nesta sexta-feira na Prainha

104 surfistas de 11 estados e até de outros países, já estão escalados para estrear nas ondas da Prainha e 64 competem nas duas rodadas masculinas do primeiro dia

Entre em contato